Meu nome é BLÓGUI DÓGUI AMARAL AU-AU


Meu nome é BLÓGUI DÓGUI AMARAL AU-AU

Sou um poodle, quase TOY, que cresceu mais do que o esperado. Apesar do susto, minha dona continuou (e ainda é) tresloucadamente apaixonada por mim. Ela deve ser a mulher que serviu de modelo para a expressão FIDELIDADE CANINA. Um exemplar desses pobres e belos humanos...

Aqui, com sua ajuda, tentarei compreender a cabeça dessa mulher.

Enquanto isso, vou levando minha sempre curiosa VIDA DE CÃO.


Meu primeiro bicho de estimação



Esse monstro verde, com quase o dobro de meu tamanho, me acompanha desde minha primeira pet shop, onde residi por dois dias a fio até a Eugênia me adotar. Por sorte, ela não se esqueceu de meu amigo monstro e o carregou junto comigo. Tenho um grande apreço e admiração por ele. Bem no começo de minha vida, com menos de dois meses, ele era meu companheiro de luta inseparável: travávamos batalhas inesquecíveis, mas ele nunca sequer me rosnou. Nesta foto, ele me deixou posar como um bravo caçador que acaba de subjugar sua enorme presa selvagem.

Mas ele tem umas coisas que não entendo... Apesar do pelo macio, lembro que perdi muitos dentes mordendo-o. Minha dona me explicou que eram meus dentes de leite que estavam caindo. Mas essa história sempre me pareceu mal contada, embora não tenha me desanimado de brincar com o monstro verde.

Uma pena que ele foi ficando pequeno com o tempo — aliás, como quase tudo a meu redor. Acho que foi por causa do excesso de banho. Toda semana! Eu só ficava ouvindo de longe: era “esse bicho sujo e babado” pra cá, “essa imundície” pra lá... Se não bastasse isso, quando eu tentava escondê-lo ela ainda o procurava chamando-o de “Hipopótamo”. (Até hoje nunca encontrei ninguém mais com um nome desses.) Uma vez, inclusive (ela achou que a cena não estivesse ao alcance de meus olhos), vi minha dona pô-lo pra dormir dentro daquela máquina em que ela dá banho nas roupas! Fiquei tão horrorizado que quase quis fugir de dentro de casa. É tanta água nesse coitado, que ele encolhe a olhos vistos. Acho que na minha próxima foto de vencedor mal dará pra vê-lo embaixo de minha pata.

Sempre achei que banho demais não faz bem. Por mim, eu tomava só um por ano, e olhe lá...

4 comentários:

Rutha/Pink/Barum/Luna disse...

Achei seu blog muito simpático e divertido. Sou um labrador de quase 11 anos,lindo, travesso e inteligente. Se você precisar de umas dicas passa no meu blog que eu te ensino...já fui adestrado, mas me recuso a obedecer...destruo tudo, inclusive corações...
Moro com 2 gatas insuportáveis e 1 amiga canina que mais parece uma ovelha, mas me esquenta no inverno.
Te cuida que a Scully é MINHA !
Lambidas do Barum

Bebel Luna Knowles Tellez B. I disse...

Oi,gostei muito do seu blog !
Adorei as postagens,que são bem divertidas e mostram a nossa verdadeira VIDA (muitas vezes boa )DE CÂO.
Sou Bebel,uma maltes de 2 aninhos,e como o Barum , tambem já fui adestrada mas não obedeço muitas ordens.
Quem será que entende esses humanos...?
Se quizer visita meu blog depois! Falando em visita já virei seguidora do seu!

Lambidas da Bebel

Nati - Mãe Cão Mãe Gato disse...

Que coisa mais fofa! Adorei o seu blog. Bjs, Nati

Blogui Dogui disse...

Olá amigo e amigas!
Por favor, vocês falam de seus blogs mas não deixam o endereço... ADIVINHAR é coisa de humano. Sou um jovem cachorrinho que segue pistas com o faro.
Não se esqueçam: QUERO O ENDEREÇO DOS BLOGS PARA SEGUÍ-LOS TAMBÉM.
Latidos para todos!